Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.3/5 (346 votos)


ONLINE
3




Partilhe este Site...

18:27:25


Mozart e negros
Mozart e negros

Mozart e negros

clip_image007 [4]
Representantes dos místicos de todas as épocas e nações, todos os credos e tendências em exatamente os mesmos termos declarar completa incapacidade de transmitir uma sensação de misticismo como tal. Este fato inexplicável psicológica, e uma pitada de algo extraordinário, e os budistas "nobre silêncio". Se assim entender a mística - ea música também tem um conceito quase místico. Este lado dela em uma conversa sobre o grande músico e toque sobre hoje.


Mozart homem negro - um conceito também a partir da categoria de mistério: ninguém o viu, exceto para o músico. E é por isso que a questão de quem é ou o que - místico ou a imaginação inflamada dolorosa da mente, podemos agora só especular, e com o mesmo grau de confiabilidade em qualquer direção: os adeptos de ambas as versões de um monte de argumentos e provas. Uma coisa é sem sombra de dúvida - é um brilhante compositor alegre música ....
Para trazer a mente dada no som?

Para começar a falar sobre esse lado pouco conhecido da criatividade de Mozart chamar a atenção para o teste psicológico original que olhe hoje em termos de nossa percepção da música. Olhe abaixo e responda a pergunta em que direção está girando bailarina (talvez sob a melodia alegre do grande compositor austríaco).
clip_image003
Para alguns, que gira no sentido horário para o outro - na direcção oposta. Acredita-se que, se o dançarino gira no sentido horário - você está mais desenvolvido hemisfério direito, se girado para a esquerda, então - o hemisfério esquerdo.
O hemisfério esquerdo do cérebro é conhecido por ser responsável por, pensamento racional analítico, lógico, o qual opera números, palavras, e, em particular, - as notas. O ritmo da música é percebida pelo hemisfério esquerdo. Mas o hemisfério direito do cérebro, em maior medida tem a ver com as nossas experiências (sentimentos) do que a uma compreensão razoável de alguma coisa. O hemisfério direito é responsável pela percepção sensorial do mundo. Melodia e beleza da música que percebemos é o hemisfério direito.
Tente este teste com os olhos de um dançarino estreitou um pouco ou dar uma olhada e fazê-la mentalmente em sua mente giro na direção oposta. Se a força de vontade você pode levá-la a um círculo para a esquerda, depois à direita, então, nesse caso você tem aumentado claramente a IQ, uma vez que você pode usar células nervosas igualmente de ambas as metades do cérebro. É tal, dizem os psicólogos, e futuro nascem gênio musical.Mas não se desespere se isso não poderia ser implementado.
clip_image005
Americanos famosos Ian B. Bruel e George W. Albee apresentou provas de que uma pessoa, em princípio, pode viver e de boa saúde, e uma metade do cérebro. E até mesmo mostrar altas habilidades intelectuais. As células nervosas do nosso corpo - com um excesso de tal forma que eles são bastante suficiente para uma vida normal.
Aqui estão apenas um homem "sem o hemisfério direito" nunca será um escultor, uma vez que é responsável pela percepção de imagem tridimensional, e não para se tornar um compositor para aqueles que não desenvolveram lado esquerdo do cérebro, porque ele não pode dominar adequadamente a notação musical. Para este teste, nós ainda voltar para a nossa conversa sobre Mozart, e agora um dos casos mais misteriosos em sua vida.
As pessoas negras Mozart

clip_image002 [8]
Uma noite, Mozart era um estranho, vestido com roupas escuras, e disse que ele queria fazer um pedido de música. nobres ricos e até mesmo os reis muitas vezes voltaram para músicos famosos com uma proposta para escrever a música para a sua própria orquestra, capela, casa ou tribunal teatro ... Mozart estava surpreso que o desconhecido não é nomeado, nem seu nome, nem o nome do cliente, bem como mais é que a ordem não era muito normal. O estranho ordenou uma música fúnebre, enquanto Mozart era conhecido mundialmente por sua alegre, brilhando com luz e alegria escritos. "Os negros" silenciosamente contado para fora uma grande soma, o que confundiu Mozart solicitada como um depósito e esquerda.
Este evento animado o músico. Veja como Mozart escreveu em uma carta a seu amigo:
"Na minha mente o caos, apenas com dificuldade de ir com os pensamentos. A imagem do estranho não quer desaparecer da minha vista. Eu sempre vê-lo. Ele pergunta, ele insiste, isso exige um trabalho. Sinto-me - a minha condição diz - a minha hora soa. O fim virá antes que eu possa expressar plenamente seus talentos. E a vida o quão bonito era! Mas ninguém pode mudar de destino, para medir os dias da sua vida "...
E 12 de dezembro de 1791 em Berlim "Music Weekly" informou sobre a morte de Mozart.
Enquanto isso, o mistério do "homem negro" entregar o máximo de emoção para o grande compositor, revela fácil. Acontece que para Mozart na noite vingativa só veio um servo do Conde Valzegg Stupp. Este cavalheiro rico era um grande amante da música e, literalmente, ansiava pela fama como escritor. Ele tinha comprado a partir de vários compositores e pequenas obras, reescrever sua própria, passar por conta própria. A contagem aconteceu sofrimento: sua esposa morreu, e, abalado pelo infortúnio, ele decidiu imortalizar seu requiem memória "de sua própria", que secretamente e ordenou um réquiem.
clip_image009
Depois de pagar o dinheiro, o conde pensava que agora o trabalho de Mozart será sua propriedade. No entanto, a morte do compositor arruinou seus planos. Mozart concebido no "Requiem" de 12 peças, mas não terminou, eo sétimo do "Lacrimosa" - uma triste, choroso, como parece na tradução. Ele se formou na "Requiem", após a morte de seu professor Franz Xaver Süssmayr e hoax Cancelado o puxou para o outro - o envenenamento de Mozart.
Esses rumores cresceu como uma bola de neve. Muitos se referiram ainda ao reconhecimento de Salieri. Aqui está como este fato os jornais. "Antonio Salieri, o primeiro Kapellmeister da Corte Imperial, admitiu que envenenou Mozart." Ou outro jornal: "Depois da confissão e reconhecimento padre Salieri mente nublada, e tentou cortar sua garganta," ... É claro que o aviso de Salieri, que supostamente mantidos nos arquivos da igreja de Viena, nunca foi encontrado. Mas, por outro lado, a certidão de óbito de Mozart não continha o diagnóstico da doença, autópsia anatômica não foi feito, a morte do compositor foi cercado por estranhos, ea questão de envenenamento por um longo tempo ficou no ar - como se era real ou não?
clip_image011
Aqui está a história de Constança, esposa de Mozart jantar, que supostamente aconteceu envenenamento. "Salieri preparou o jantar si mesmo, mas quase ninguém prato não é tocado, mas apenas convenceu Mozart gosto. Imediatamente após voltar para casa Wolfgang adoeceu: tonto, começou a vomitar, cãibras no estômago, que durou toda a noite.No café da manhã ele começou a vomitar novamente com perda de consciência. " Mozart, de acordo com sua esposa, e ele estava convencido de que ele foi envenenado ... Em todo o caso, três semanas depois que o jantar, quando a janela era meia-noite, Mozart (como testemunhas) "levantou-se, olhou para o mais tardar no quarto, como se alguém estava olhando, ele se virou para a parede e ficou em silêncio. Em seu leito de colocar a inacabada "Requiem" ...
Foi realmente um menino?

A estranha aparência do corpo morto, generalizada inchaço enorme, o mistério do funeral do compositor e foram uma das fontes de rumores sobre o envenenamento Mozart. (Tese de "envenenamento" foi a base para a tragédia AS Pushkin de "Mozart e Salieri"). Muitas perguntas permanecem, na verdade, aberto. Por exemplo, por que ninguém viu off última viagem de Mozart?
Primeiro foi a versão que foi uma tempestade de neve, mas ela negou - de acordo com os arquivos Viena, foi quente e sem chuva. No funeral, não compareceu mesmo a viúva de Mozart: disse que não era permitido para o funeral (ou ela deu a si mesma) por causa de seu estado de doença. Mozart foi enterrado numa vala comum, perdida no tempo. Mas aqui a explicação: como seria de esperar, que o maestro poderia morrer, incluindo a praga, andando em toda a Europa, e, neste caso, todos os tipos de precauções foram bastante no espírito dos tempos.
Em 1966 ele publicou um livro Baer "Mozart. A doença - a morte - enterro ", onde o autor considera a causa da morte de Mozart" febre reumática aguda "com o inchaço das articulações e da" fraqueza do coração ". No entanto, o mistério associado com a morte de Mozart, continua a ser uma espécie de não-revelado. Embora nenhuma evidência que não era, e não é: quantos médicos examina - como foi o diagnóstico. E os rumores - ele conhece um monte de história, às vezes eles estão à frente da glória do grande músico.Aqui está um exemplo com o enterro do grande Paganini - ou melhor, com a sua insepulto.
Gato preto Paganini

clip_image013
Niccolo Paganini, que durante a sua vida perseguindo um boato de que ele havia vendido sua alma ao diabo em troca do virtuoso maravilhoso dom morreu em Nice maio 1840 sem confissão e a extrema unção. Era impossível sem um funeral serviço funeral. O corpo foi levado para a casa de Paganini em Gênova, mas também o governador local proibiu funeral. O caixão foi transportado de um lugar para outro, o enterro foi adiado tudo.
Já rumores nasceram, que na noite em torno do caixão (o corpo embalsamado de Paganini foi colocado no necrotério do hospital para leprosos) os grandes demônios violinista de dança e seu violino em si toca música terrível. Como se a grande Paganini e após sua morte continuou a ser um músico itinerante, e só em 1929, ele encontrou a paz no cemitério Genoa.
clip_image015
Lembre-se também que o fundador Kosmoplavanie K. Tsiolkovsky a suas grandes descobertas científicas viveu em um lugar chamado Baikonur - o mesmo onde a voar e, em seguida, a primeira nave espacial. E o maior navio de passageiros Costa Concordia - a segunda maior Titanic afundar 100 anos após a morte do próprio Titanic, e isso vai acontecer na sexta-feira dia 13.
By the way, Paganini, acusado de bruxaria, nasceu na rua com o nome do gato preto.Quantas mais dessas histórias pode ser reduzido. Mas voltando ao assunto da música luz de Mozart. Ou melhor, os dos seus lados, o que inadvertidamente entram em nossa consciência para além do habitual e encravado em um campo de conhecimento, que é chamado o misterioso e místico.
Música "Party" de Mozart

clip_image017
A vida de Mozart coincidiu com o despertar de grande interesse da Europa nos ensinamentos espirituais e místicos. O interesse nos antigos ensinamentos esotéricos não ignorada e Mozart. 14 de dezembro de 1784, ele entrou para a Ordem Maçônica, e por 1785 já havia sido iniciado no grau de Mestre Maçom. By the way, a sua entrada na aliança não era da categoria de algo extraordinário. "Os membros do partido" Mozart era Joseph Haydn e depois entrar na fraternidade do pai do compositor - Leopold Mozart.
Para Mozart, talvez fosse uma forma de obter receitas adicionais: tornar-se um Mestre Maçom, Mozart criou a música destinada para cerimônias maçônicas. Embora, de acordo com fontes publicadas, Mozart era como até mesmo "um apaixonado, convencido Mason" não é susceptível de Haydn, que apenas números, e nunca participou no lodge e nunca escreveu uma coisa maçônica. Mozart também nos deixou com uma série de obras importantes escritas especificamente para eles ritos maçônicos e celebrações.
Entre os trabalhos "Masonic" de Mozart é dominado por obras vocais: pequenas canções corais e cantatas. Entre eles estão obras como "Masonic Funeral Music» (Maurerische Trauer-musik, c-mol), Adagio or.410 para um conjunto de instrumentos de sopro - música para acompanhar as maçônico procissões rituais; Adagio or.411 para 2 clarinetes e 3 chifres - para se juntar aos irmãos Lodge Hotel. E isso, é claro, não é uma lista completa.Acredita-se que as ideias mais intensas e símbolos da maçonaria era a ópera "A Flauta Mágica" (1791), que ele escreveu o libreto para Mason Emanuel Schikaneder (que, por sinal, e deu Mozart uma recomendação para a entrada no "irmandade dos pedreiros").
Mas deixemos de lado a "festa" refere-se ao compositor. Qual seria o propósito e por que razão não iria fazer música sobre ele - uma marca do grande talento do compositor. E na próxima edição vamos continuar a falar sobre isso.


link
NET