Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.3/5 (447 votos)


ONLINE
2




Partilhe este Site...

18:27:25


Tel-aviv
Tel-aviv

Convido a todos em Tel Aviv! Jerusalém-os lugares sagrados

l

 



 

 
 
 


1. antes de viajar para Israel, muitos disseram-me que toda a gente lá fortemente armados proteção, polícia e muitas outras comodidades. Na verdade ele virou-se para fora para ser muito fácil em todos os hotéis de cinco estrelas não vai passar, e na construção sites estão em serviço na guarda de segurança 1-2, que deixou o seu posto à noite.


2. em geral, começa com a cidade. Tel Aviv está localizada na costa leste do mar Mediterrâneo, o inverno é quente e chuvoso. A melhor época para visitar a cidade neste mês de novembro e início de dezembro.


3.


4. Hotéis e prédios de escritórios na margem do mar Mediterrâneo.


5. tel Aviv é a mais eclética das cidades de Israel. Modernos arranha-céus ao longo da estrada de Ayalon coexistirem com um prédio de dois andares sobre a primeira metade do século XX, na área de Neve Tzedek, ricas áreas ao norte de Tel Aviv, das favelas do velho Tahany Merkazit (ônibus urbanos), hotéis e bares à beira-mar Mediterrâneo, com escritórios e centros de tecnologia.


6. a noite antes de partir para Jerusalém obter o maior site de construção, a altura do edifício, mais de 150 metros e ista altura para Tel Aviv é um arranha-céu.


7. perda: rasguei minha calça favorita de Nova York com excelente ação contrair bom em um dos sistemas do edifício.


8.


9. em Tel Aviv, conheci um cara legal chamado Alex, que emigrou há algumas semanas em Israel para a residência permanente. Ele não só concordou para escalá-lo e ir para Israel, bem como inscrito. Por isso ele muito obrigado!Quem estiver interessado, por muito tempo trabalhou na Nike e estamos com ele compartilhamos conhecidos nesta empresa.



10. depois de uma noite polazok, amigos otospavšis′ Lesha dos telhados no coração de Tel Aviv, lá fomos para Jerusalém.


11. Jerusalém é uma cidade antiga no Oriente Médio. Capital do estado de Israel com 1949; desde 1967, Israel controlava todo o território da cidade. Soberania israelense sobre a parte oriental da cidade e o status de Jerusalém como a capital de Israel não é reconhecida como uma parte significativa da comunidade internacional. É uma cidade santa para as três religiões abraâmicas – judaísmo, Cristianismo e islamismo. Na foto, um dos santuários da Mesquita do Islã, a cúpula da rocha.


12. as mesquitas e igrejas cristãs. Se você olhar para a cidade como turista, é muito mais rico em Tel Aviv, por polazok-escalada até o topo, aqui a maioria das catedrais está equipada com plataformas de observação de Pay Per View. O telhado de bolišenstve localizado no coração da cidade velha, lá são restaurantes em que você pode passar sem problemas.


13.


14.


15. o muro das lamentações. Lá em cima é cercado com arame farpado e com os bairros árabes da abordagem é estritamente controlado. Dizem que antes dos árabes jogam pedras em judeus da parte superior da parede.


16.


17. a cúpula da Igreja da tumba de Cristo.


18.


19.


20. o centro da cidade velha é dividido em duas partes, o judeu e o árabe. Dentro da cidade existem PPC é guardado pelo exército israelense. Em parte árabe pode ser acessado somente em dias especiais, quando é aberta para os turistas para a passagem do tempo usual, implantar os militares.


21. ruas de Jerusalém.


22. árabes em quase metade da população, todos eles funcionam nos mercados. Para cargos públicos, o governo Izraliâ não para.


23. nosso pernoite em Jerusalém. À noite na umidade pesada e por uns 10-15 minutos todas as suas coisas, incluindo o saco de dormir se molhar. Para não molhar a roupa... tivemos que dormir sob os painéis solares. Em todos os telhados das casas israelenses são brancos barris de aquecedores de água, enquanto palestinos detalhes sobre todos os telhados são tanques de retenção preto reservatórios. Esses barris de água bombeada de reservatórios de bomba subterrânea de água da chuva (em raros momentos quando está chovendo) e água de torneira, quando os judeus estão abrindo uma torneira. Os tanques de teto preto, que você pode facilmente determinar que você deixou os judeus e entrou no bairro árabe.


24. em evrevv que há um feriado chamado Shabat no judaísmo é o sétimo dia da semana em que a Torá prescreve para abster-se de trabalho. De 17:00, sábado 17:00 cidade sexta-feira para morrer, lojas, estações não funcionam em todos os tudo, até mesmo lojas de droga e delegacias de polícia.


25. os árabes a vida fervilha, mercados e lojas estão abertas para o deleite dos turistas.


26. é Palestina, infelizmente, em vez disso fui para a área do mar morto, onde mais tarde mudou-se da fronteira e acabou na Jordânia.


27. no caminho para o mar morto, Masada olhei como criança normal salvou 700 rublos e subi as escadas.


28. é a antiga fortaleza de Masada, perto da costa sudoeste do mar morto em Israel.

Em 66 d.c. Masada foi tirada por zelotami os rebeldes, guarnição romana foi destruída. Em 67 d.c. em Massada, os sicários estabeleceu-se partido radical, liderando a revolta contra os romanos, o que resultou numa longa guerra judaica. Em 70 d.c., as legiões romanas após a captura de Jerusalém, Massada foi o último reduto dos rebeldes. Os defensores da fortaleza lá eram quase 1.000 pessoas, incluindo mulheres e crianças, mas eles seguram o centro três anos.
Cerca de nove mil escravos eram caros e as terras ao redor do caminho de acesso ao castelo e motivos para jogar máquinas e Daniel. Quando os romanos conseguiram atear fogo a sikariâmi construída uma muralha defensiva interna adicional constituído por vigas de madeira, o destino de Masada foi resolvido.

De acordo com o livro de Flávio Josefo, na noite do 15 de Nisan 14, Èl′zar: Ben Yair disse antes os judeus um discurso impetuoso e exortou-os a morrer homens livres — a preferir a morte a uma escravidão dolorosa e vergonhoso.

osaždënnyh 960 judeus incendiaram o Fort e cometeu suicídio. Assim, o mais recente foco de resistência judaica foi eliminado. A Masada é um Roman Legion.


29. o mar morto é incrivelmente bonita e legal, infelizmente mais belos trechos são 5 estrelas hotéis com enormes quantidades de bydlovatyh russo. Se eles forem removidos, provavelmente vai ser um dos lugares mais legais que visitei.


30. a água de nível no mar morto a 427 metros abaixo do nível do mar e está a cair à taxa de cerca de 1 m por ano. O lago é o menor pedaço de terra em terra. O mar morto é um dos corpos mais salinos da água na terra, e a salinidade atinge 340-350 ‰. O comprimento do mar 67 km, 18 km no seu ponto mais largo, a profundidade máxima de 377 m de largura.


31. a estrada para a Jordânia.


32. foi Israel. É tal um muro separa Israel e Jordânia, em princípio, você pode facilmente cruzar a fronteira a pé, mas como eu expliquei, a cada 15 minutos um helicóptero sobrevoa o território e tem vista para os infratores. Depois fui para Èilat onde cruzou a fronteira a pé na Jordânia e foi para Petra. O visto é gratuito, mas você deve pagar um imposto de saída de 100 moedas para o governo de Israel.

Neve em Israel
As colinas de Golã, na Alta Galileia, Jerusalém e arredores, nas áreas montanhosas da parte central do país, a Samaria e Judeia a neve caiu em muitos lugares.
fonte internet